Mais do que palavras

Por

 

Há aquele velho clichê de que qualquer coisa pode dizer mais do que palavras. Um olhar, atitudes, talvez química? Talvez o mistério? Talvez tudo isso seja uma bela baboseira. Aquilo que não é dito pode ser imaginado, e se tem uma coisa que não tem limites, meu bem, é a imaginação.

Isso soa um pouco confortável demais para o meu gosto. É sempre melhor que as coisas sejam ditas e o mais claro possível, mas isso também pode ser doloroso. E por isso, quando o silêncio toma conta e a mente grita, nos sentimos em casa. Dentro do silencio vamos ouvir exatamente aquilo que gostaríamos, coisas boas para alimentar nosso desejo, coisas ruins para justificar nossos medos, meias palavras para intensificar nossa dúvida.

Parece loucura, mas ao interpretar o silêncio de alguém não confronte a outra pessoa, confronte a si mesmo: o que você está querendo alimentar com tudo isso?

O outro não te ama? Ele te quer muito mas não sabe como demonstrar? Ele está escondendo algo? O que tudo isso diz sobre você?

Seu desejo é que ele realmente não te ame e você possa continuar se martirizando e inferiorizando, alimentando sua baixa autoestima? Você o deseja tanto que quer a qualquer custo esconder o que não é reciproco com sinais mascarados de interesse? Você sabe que tem algo errado, mas não quer olhar a si mesmo e procura no outro um motivo?

Um olhar ou uma atitude podem sim dizer mais que mil palavras. Mas algumas vezes um silêncio é só um silêncio. Talvez nem o outro ainda saiba o que dizer, ainda esteja elaborando, e você aí, já com as respostas prontas. De quem são essas respostas realmente?

Trilha sonora: Maroon 5 – In your pocket

27 anos de pura teimosia e compreensão. Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *