Culinária para amadores – Nhoque da fortuna ao molho de tomate e almôndegas italianas

Por

Dizem que comer nhoque dia 29 com uma nota embaixo do prato atrai mais dinheiro. Eu já ouvi e li umas quatro ou cinco versões diferentes da história do nhoque da fortuna, ou gnocchi para os italianos de verdade. Mas nunca parei para pensar em qual é a verdadeira e nunca dei importância para isso, pois afinal o simples fato disso virar um pretexto para comer bem um dia do mês já me basta.

Abaixo eu vou colocar separado as receitas do nhoque, do molho de tomate e das almôndegas, pois embora tudo fique muito gostoso junto, as três receitas também funcionam de maneira independente e podem ser misturadas em outras receitas ou refeições.

.

Ingredientes / Lista de compras
Nhoque
  • 2 batatas
  • 2 xícaras de farinha
  • 1 ovo
Molho de tomate
  • 12 tomates
  • 1 cebola média
  • 1 cubo de caldo de carne
  • Salsinha a gosto
  • 1 dente de alho moído
  • Sal a gosto
Almôndegas
  • 1/2 quilo de carne moída
  • 2 ovos
  • 1⁄4 de xícara de leite
  • 1⁄2 de xícara de farinha de rosca
  • 1⁄2 colher de chá de sal
  • 1 colher de salsinha moída (folhas de cebola também fica bom)
  • 1 dente de alho moído
  • 1⁄2 xícara de queijo ralado

opcional: queijo cortado em cubos para rechear e mostarda dijon

.

Preparo
Nhoque

1 – Quando tenho paciência preparo tudo do zero, inclusive a massa do nhoque. Quando estou sem tempo ou paciência, uso massa de pacote mesmo. Se esse for seu caso, pule direto para o próximo item e comece pelo molho. Caso resolva ir pelo caminho tradicional, então comece cozinhando as batatas por uns 15 minutos, até que estejam macias mas ainda firmes. Amasse com um garfo ou espremedor como se fosse um purê.

2 – Misture 1 xícara do purê de batatas com a farinha e o ovo em uma tigela grande, amasse até virar uma bola. Existem duas opções para cortas as bolinhas.

.

Nhoque 1

.

A primeira e mais rápida é cobrir uma tábua com farinha e enrolar a massa como se fosse uma cobrinha da espessura de um polegar e simplesmente cortar com a faca. A segunda e minha preferida (as bolinhas ficam mais bonitas e redondinhas, mas demora muito mais) é usar uma colher de sobremesa ou de manteiga e formar as bolinhas na mão.

3 – Feitas as bolinhas, basta cozinhar em água fervente com um pouco de sal e um fio de azeite por 3 a 5 minutos e está pronto.

dica: se você estiver fazendo o molho e as almôndegas na mesma refeição, prepare as bolinhas mas deixe para cozinhar por último, pois o nhoque cozinha muito mais rápido que o resto da comida.

.

Almôndegas

Almondega 1

.

Essa receita de almôndegas fica boa tanto com o nhoque quanto com outras massas e molhos, além de poder ser congelada.

1 – Em uma tigela grande, misture todos os ingredientes com as mãos (com colher não fica a mesma coisa).

.

Almondega Vert 1

.

2 – Quando a mistura ficar homogênea, enrole as bolinhas mais ou menos do tamanho de uma bola de golfe. Ou simplesmente do tamanho que você preferir.

Se você for como eu, mais preocupado com o gosto da comida do que com o teor calórico, uma ótima sugestão é quando estiver enrolando as almôndegas, colocar um pedaço de queijo dentro. Use o queijo de sua preferência. Eu já fiz com mozzarella, provolone, queijo de cabra, mozzarella de búfala e até cream cheese philadelphia uma vez e sempre ficou bom.

.

Almondega 5

.

3 – Quando todas as bolinhas estiverem prontas, deixe de lado e passe para o molho. Caso não vá utilizar todas em uma mesma refeição, você pode cozinhar ou fritar e congelar. Eu sempre tenho um contêiner no freezer com almôndegas, pois é um ótimo coringa para uma emergência.

.

Molho de tomate

Molho de tomate - vert 1

.

Essa é uma receita básica que eu fui modificando com o tempo, e cada vez que faço ainda acabo modificando mais alguma, as vezes por vontade ou simplesmente por limitação dos ingredientes disponíveis. Os melhores tomates para molho são aqueles bem vermelhos e carnudos, mas se puder, misture mais de um tipo de tomate, pois dá uma diferença sutil no gosto, fugindo completamente dos molhos enlatados prontos.

1 – Corte os tomates em pedaços grandes e a cebola em pedaços menores.

.

Molho de tomate - vert 2

.

2 – Em uma panela grande, coloque mais ou menos uns dois dedos d’água e misture os ingredientes. Parece ser pouca água, mas resista a tentação, pois os tomates já soltarão bastante água e se tiver água demais na panela logo de começo o molho ficará muito aguado. Cozinhe em fogo médio até os tomates desmancharem.

Para quem não gosta das cascas de tomate no prato final, quando os tomates começarem a desmanchar, remova as peles com uma pinça de cozinha. Não precisa forçar, elas vão se soltar sozinha conforme o cozimento avance.

3 – Quando os tomares já tiverem praticamente todos dissolvidos, mas antes do molho engrossar, adicione as almôndegas e abaixe o fogo, para que elas cozinhem dentro do molho.

.

Nhoque 12

.

4 – Conforme as almôndegas cozinham, cozinhe o nhoque em uma panela separada. Quando as bolinhas do nhoque começarem a subir, drene a água e misture com o molho e as almôndegas e está pronto.

Sugestão: queijo ralado e uma garrafa de chianti ou outro bom vinho tinto.

Ninguém aqui é supersticioso, mas em todo caso, não esqueça da nota de dinheiro embaixo do prato 😉

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *