O amor, às vezes, pode te afogar!

Por

.

Ahh o amor.. às vezes tenho vontade de colocá-lo num potinho e JOGAR NA PRIMEIRA CAÇAMBA DE LIXO QUE APARECER!

jogar-fora

Todo mundo fala de amor como se fosse algo muito bonito e muito legal, mas nem sempre é assim. Aliás, raramente é assim. Até chegar nesse amor lindo, a gente vai passar por muito amor feio e dolorido.

Algumas vezes o amor não dá certo, ou até dá, mas só até dar errado. E na hora que dá errado é confuso. A chavinha do sentimento não gira junto com a do status do relacionamento. A pessoa vai, mas o amor ainda fica. E fica agitado, pulando na saudade, caindo na tristeza e se esbarrando com a razão. Mas tudo que se vai, também deixa um pouquinho pra trás.

Nem sempre os amores se realizam também. Parece que a reciprocidade não acontece com a mesma frequência do amor. Muitas vezes o outro nem sabe que você existe ou sente algo. Outras ele até sabe mas simplesmente não te quer.

rihanna2

Infelizmente não é automático o outro te amar de volta. Ele tem o direito de não sentir nada por você. Um absurdo, eu sei! Mas é a dura realidade. E aí de novo a chavinha do sentimento não gira junto com o não da outra pessoa. Por algum tempo você vai sofrer calado. Não há mais nada a fazer.

Esse, entre todos e em todos, é o momento mais difícil. Quando não há nada a fazer. De vez em quando, como que em ondas, o amor vai te consumir. A saudade vai te sufocar. A vontade vai ser de apenas abraçar a pessoa, estar junto, por alguns minutos, sem conversar nem nada. Só estar ali. Mas não dá. Não há nada a fazer. Não é como se fosse um relacionamento a distância que você pudesse ligar, encontrar a pessoa ou saber que algum dia a saudade vai ser matada. Ela não vai ser matada. Mas ela quase te mata!

As pessoas te dizem como superar um relacionamento que não deu certo ou esquecer o babaca que não te quis, mas ninguém fala sobre essa onda de saudade que te afoga. Sobre a vontade de encontrar que preenche a sua faringe e parece ser maior que qualquer raciocínio. Você sabe que acabou, que não tem mais aquela pessoa ou nunca teve, que não existe futuro pra vocês. Mas ainda assim você sente! E sente muito!

o amor pode te afogar

Acontece! O amor nem sempre é lindo. Mas se deixe sentir. A onda vai bater e vai ser muito difícil. A vontade é de gritar, sair correndo e de ligar. Mas só é preciso que você respire, coloque a pontinha do nariz pra fora e respire. Nem que seja um pouquinho. E Chore, chore muito, deixe toda essa água se esvair e aliviar a pressão. Deixa o nível marítimo baixar até que você consiga sair andando. Você vai sair andando.

A onda, do mesmo jeito que nos cobre e nos arrasta, também recua. Vira marolinha. Você não vai se afogar, eu juro! Mas é preciso saber que você está nesse mar e que essas ondas podem te pegar. É normal. Não pense que você foi fraco e não nadou o suficiente. Que você sabe e que nada disso faz sentido. Você vai sentir. Mas é importante saber que também passa. Eu juro que passa!

27 anos de pura teimosia e compreensão. Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *