O amor que você quer, você saberia dar?

Por

you-said-no-flowers-carrots-bouquet-kutcher-portman-no-strings-attached-movie

A idealização de um relacionamento chegou ao ápice. As pessoas estão cansadas das cobranças, da falta de liberdade e de uma rotina sexual. Elas evitam a todo custo entrar num relacionamento e quando entram logo querem sair. Não aguentam, olham para o lado e sempre acham que estão perdendo algo melhor. Mas então, o que as pessoas estão buscando?

Acredito que grande parte das pessoas gostaria de encontrar um parceiro que tope seus programas de índio, que aceite seu tempo sozinho ou com seus amigos, que não discuta e brigue por pouca coisa, que se dê bem com a sua família, torça pelo seu sucesso, não levante a voz quando for contrariado, te deixe escolher o filme e o restaurante, não seja ciumento e não te fiscalize, diga sempre que te ama e claro, seja muito atencioso!

Mas isso tudo existe mesmo? É possível? E vem cá.. você seria um pacote completo desses?

Essa é a grande questão, por que buscamos por algo que nem mesmos somos capazes de dar?

Por que não valorizamos o que recebemos? E por que sempre achamos que estamos perdendo algo melhor por aí se nem conseguimos ser melhores?

procurando a pessoa certa

É fácil dizer que quer um relacionamento sem cobranças, com total liberdade e sem inseguranças, mas relacionamento é isso tudo. É doar um pouco do seu tempo para o outro, é fazer concessões e não ter sempre certeza.

Obviamente devemos sim ser exigentes e buscar por um relacionamento que nos faça bem, mas talvez estejamos buscando por algo que não existe.

Você mesmo consegue conceder toda essa liberdade ao outro? Consegue evitar brigas mesmo que julgue estar certo? Consegue dar tudo isso que espera do outro? Você diz que odeia cobrança mas aposto que é o primeiro a apontar o dedo, reclamar do outro ou ainda começar uma discussão.

Um relacionamento maduro, leve e saudável depende do encontro entre duas pessoas dispostas a isso, mas também depende de paciência, tempo e dedicação. Ele é uma construção, mas vejo jovens querendo ter isso agora, aos 20 anos de idade, se frustrando e se fechando cada vez mais para o amor.

Antes de julgar se o outro deveria te dar mais e se você merece mais, analise se você está dando o suficiente.

Você seria capaz de retribuir esse amor que você tanto busca? E não só o amor, mas também a forma de se relacionar?

27 anos de pura teimosia e compreensão. Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *