Você já esteve presa?

Por

asas1

Só percebemos que estamos presos quando conhecemos a liberdade. Ela era feliz e ele também. Aquele sorriso era tão singelo que ela vivia pra ele. Sorria também só de ver. Todo carinho e cuidado faziam ela derreter. Transbordar. Sentir que estava no lugar certo.

Mas a vida tem altos e baixos e te arranca o que você tem de mais precioso em pouco tempo. Não há nada que pudesse tê-la preparado para isso. Como respirar e viver sem ele? Sem aquele sorriso?

A primeira vez que saiu sozinha foi estranho. Ainda existia saudade mas também uma sensação diferente. O peito estava leve e não tinha culpa. Não tinha pressa. A cabeça dela estava no momento presente. Ela estava livre, sem nunca saber que estivera presa.

O mundo se abriu. Os sorrisos multiplicaram. Os dele ainda faziam falta, mas os dela compensavam. As dúvidas e angustias deram lugar a desafios. O choro e o medo de perder deram lugar a segurança. Mesmo faltando pedaços ela se sentia inteira.

Seus passos agora eram só seus. Seus pensamentos já não estavam mais presos e sua atenção podia passear por onde quisesse. Ela agora pode ser o que quiser. Seus agrados são pra si e as cobranças se dissiparam.

Hoje ela está sozinha, mas muito mais completa do que quando era dois. O amor nem sempre complementa, às vezes diminui. Mas só percebemos quando acaba. A vida nos arrancar o que temos de mais precioso nem sempre é uma coisa ruim. Você já esteve presa?

27 anos de pura teimosia e compreensão. Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *