Nem tudo precisa ser diferente em 2018

Por

Esse período de troca de ano é paulera para qualquer cérebro. Simone nos perguntando o que fizemos a cada farmácia, loja, mercado que entramos, é uma tortura mental e um chamado pra sensação de fracasso. É praticamente impossível passar imune a essa sensação e ao balanço geral de um ano inteiro.

O grande problema de tudo isso é que um ano, apesar de parecer que passa voando, é tempo pra caramba. Combinado a isso, temos uma cultura de sofrer e remoer muito o que deu errado, deixando passar os pequenos prazeres do dia a dia. No fim desse balanço só vamos lembrar dos itens que não cumprimos da lista do último ano, das decepções, dos erros e mágoas. Aí vem o tal do ano novo com uma nova lista que promete reverter tudo isso em esperança e novas metas.

Nada disso tá errado, se existe mesmo uma grande utilidade nessa coisa de calendário e dividir o tempo em dias, meses e anos, com certeza é essa, de poder renovar nosso fôlego e dar um gás para os próximos dias, meses e anos que estão por vir.

Mas ainda falta alguma coisa, percebe? Mesmo repetindo isso ano após ano, parece que não temos um êxito de 100%. Então aqui vai minha humilde dica de como turbinar tudo isso: além da lista do que você quer que seja diferente em 2018, faça uma lista do você quer que continue igual!

Reflita, bem fundo, por quanto tempo for necessário, e dentre tantas coisas mais ou menos que aconteceram no ano anterior, encontre o que foi legal, te fez sentir bem e que pode repetir. Coloque tudo nessa outra lista.

Além das metas de conquistas e mudanças, acrescente frequentar mais o restaurante árabe que você descobriu e é barateza, manter mais contato com os amigos do seu primo que pareceram ser tão divertidos, descobrir o diretor do filme que você gostou e assistir mais filmes dele, cozinhar mais vezes aquele frango que você testou a receita e ficou ótimo, manter o ritmo de trabalho que seu chefe elogiou… enfim, com certeza tem muita coisa legal para incluir nessa lista e lembrar de fazer mais e mais vezes.

Na correria do dia a dia sempre deixamos isso para depois, e aí chega no fim do ano e no somatório dos fatos caímos na mesma cilada da frustração. É muito fácil num dia de tédio ou chuva recorrermos a tv cheia de reprises ou ficarmos presos no looping das redes sociais e acabar não fazendo nada com o tempo livre.

Então cole essa lista onde você possa ver de vez em quando e coloque em prática, aproveite! Durante o ano vá completando e escrevendo coisas novas e legais para também repetir no futuro. Até porque, não é só mudança e transformação que exigem esforço, aquilo desejamos manter também necessita de atenção.

E assim, quando 2018 chegar ao fim e a Simone te perguntar o que você fez…. Rááááá.. você vai ter muito mais coisa legal pra contar pra si mesmo e equilibrar essa tendenciosa balança de réveillon!

E aí, o que você gostaria que continuasse igual em 2018?

*Trilha sonora: Zara Larsson – Lush life

Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *