Os três momentos da paixão

Por

 

Existem três momentos marcantes relacionados à paixão. O engraçado é que nenhum deles é reconhecido de inicio, você só percebe depois que já está vivenciando há algum tempo. O que dá um pouco a sensação de falta de controle e pode te assustar, mas é apenas como é a vida.

 

paixão

Primeiro momento

É aquele que você percebe que já era, está apaixonado. Não quando surge o interesse, mas quando você já pensa na pessoa sem motivo aparente. A vontade de simplesmente estar perto é gigante e você não sabe o que fazer com aquilo. Será que tenta? Será que é reciproco? Será que pode dar certo? É coisa da sua cabeça? Como eu deixei chegar nesse ponto? E toda aquela velha insegurança já conhecida nossa de analisar os sinais do outro.

 

auge da paixão

Segundo momento

Deu tudo certo, você tentou, era recíproco e agora está no auge da sua paixão. Você está feliz, tomado de oxitocina e viciado na sensação que o outro te traz. Chega o momento que você se dá conta que faz três semanas que não passa na casa dos seus pais e que não joga vídeo game. Mas tá tudo bem. Você tem tudo o que precisa agora, alguém pra rir junto, alguém que te entende e alguém que aceita suas manias. Precisa de mais alguma coisa?

 

08011901_blog_uncovering_org_mulheres-automoveis

Terceiro momento

Nem tudo são flores e as ideias já não batem mais. Algum tempo depois ou muuuuito tempo depois isso tudo vai se apagar e algumas ou muuuuitas lágrimas vão rolar. Mas o sofrimento do término não é o terceiro momento em questão porque, você acha que isso não vai passar, mas passa. Aos pouquinhos, a vida vai retomando seu curso, com algumas lembranças mas com um buraco cada vez menos fundo. Até que um dia você vai passar pela casa dele e nem vai perceber, vai estar distraída ouvindo sua música favorita. Se o carro dele está na frente ou não já não faz mais diferença, se uma música te traz o rosto dele na cabeça a imagem simplesmente vai embora junto com o som. Quando você se dá conta disso, ah, esse é o momento marcante do término. Não o sofrimento, mas quando tudo realmente acaba.

Muitas pessoas já morreram por amor, mas nunca de amor. Agora, muitas também já renasceram dele. É nesse terceiro momento que você percebe a nova pessoa que você é. Algum tempo se passou e muitas experiencias foram vividas, então você agora é diferente. Nem que seja um pouquinho, mas é. E é muito legal perceber isso e redescobrir o que somos agora. Viver com o que se é agora. Pelo menos até o próximo primeiro momento.

27 anos de pura teimosia e compreensão. Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *