Eu quero a sorte de um amor tranquilo

Por

Leia o posto ouvindo:

Atire a primeira pedra quem nunca se apaixonou na vida, se afogou na cerveja ou engordou alguns quilos com brigadeiro. A paixão faz isso mesmo com a gente, arrebata, te dá uma explosão de felicidade e depois te derruba. Te leva a dois extremos em questão de minutos e te deixa com uma insegurança que corrói. Mesmo assim, parece que só encontramos o sentido da vida quando nos apaixonamos.

Dizem que amor de verdade é esse que a gente tem vontade de gritar pro mundo todo, fazer loucuras e sentir o coração latejar. Mas esse turbilhão de emoções me dá preguiça só de pensar. Eu quero segurança. Pra mim é loucura esse joguinho de que o outro não pode te ter por inteiro, tem que ter medo de perder para dar valor. Pisar em ovos o tempo todo e calcular cada atitude é chato demais. Ser você mesmo e perder o filtro na hora de falar é incrível.

large (1)

O que eu quero é um amor leve, parceiro, companheiro! Quero ter o meu tempo sem me preocupar de como o outro está usando o tempo dele. Quero o ciúmes tratado com bom humor, o stress curado com massagem e a chatisse passada com atenção. Pra mim sintonia mesmo não significa ter assunto para conversas intermináveis, mas sim ficar em silencio ao lado do outro sem se sentir incomodado. Apenas respirando no mesmo ritmo. Já foi o tempo em que prova de amor era declaração publica de afeto, eu acho que curtir uma tarde preguiçosa a dois sem lembrar do resto do universo significa muito mais.

casal de namorados sorrindo

Já enlouquecemos tanto com a rotina diária cheia de compromissos que ao terminar o dia, o bom mesmo seria ter a certeza de encontrar paz, risadas e amor, da forma mais simples que possa ser. As preocupações deixamos lá fora, aqui dentro o sorriso é o que importa.

*Trilha Sonora: Arlindo Cruz – O que é o amor

Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *