O que podemos aprender com o MasterChef Júnior Brasil

Por

Masterchef junior brasil

O MasterChef Júnior Brasil estreou ontem e deixou muita gente chocada. Ver crianças de 9 a 13 anos cozinhando e encarando jurados conhecidos, renomados e respeitados, nos fez entender um pouco da pressão da competição.

De cara deu pra perceber que meu frango com requeijão fica no chinelo com o que essas crianças fazem na cozinha. Ainda quero saber em qual episódio eles vão contar que tudo não passa de uma pegadinha e na verdade são robôs fantasiados de mini adultos cozinhando.

masterchef junior brasil flambando

Humilhações à parte, não podemos deixar de notar o quão difícil é a parte das eliminações ao final de cada prova. Eles ainda não viveram talvez nem um décimo da vida e já precisam lidar com perda, frustração e consequências. Mas o que mais ouvíamos a cada eliminação eram as frases: “não chore” e “não fique triste”! Como assim não fique triste?

Quem estava em casa só assistindo já estava com os olhos cheios de lágrimas, imagine ter 10 anos de idade, ser eliminado de uma competição de algo que você gosta de fazer, que fez com amor e com um monte de câmera à sua volta? Eu estaria aos prantos e ainda gritando: “Mããããe, cade meu todinho? Vamos pra casa logo, por favor!”.

participante-valentina-chorou-durante-prova-masterchef-brasil-junior-blog-geek-publicitario-1024x576

É uma situação extremamente difícil então pode chorar sim, pode ficar triste sim. Não devemos reprimir sentimentos nunca. Muito menos em crianças que ainda estão aprendendo a lidar com eles. Devemos apenas acolher, consolar e esperar que passe. Porque vai passar, e isso a gente sabe.

Dizer à alguém para não sentir o que está sentindo é como tirar uma parte sua. E isso faz com entremos num ciclo de reprimir raiva e tristeza que nos leva a angústia. Nos leva a explodir e descontar nas pessoas erradas. Nos leva  a ponderar sempre se é adequado sentir algo ou não em determinado momento apenas por orgulho, por aparência ou simplesmente por costume.

masterchef junior brasil

Se a situação é triste, sinta a tristeza. Se é revoltante, sinta a raiva. Assim como se for um momento bom, ria, sorria, abrace e compartilhe. Deixe que as crianças sintam e possam demonstrar o que estão sentindo. Sinta com elas e na frente delas. É uma das melhores atitudes que podemos transmitir para um criança!

É importante para que você possa reconhecer quando ela estiver passando por um momento difícil. É importante para ela saiba identificar suas emoções e aprenda a lidar com elas. Para que ela saiba reconhecer quando algo não está legal e ir em busca de mudança.

masterchef junior brasil paola

Então chore com o seu filho. O choro não é um sintoma de fraqueza, pelo contrário, é inteligencia emocional. E quanto antes aprendermos isso, mais saudáveis seremos.

Psicóloga, apaixonada pela confusão da mente humana. Vive para comer bem e sonha em adotar todo os cachorros abandonados do mundo. Além de trazer as novidades de moda e beleza, também quer te fazer pensar sobre as coisas da vida!

No Comments Yet.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *