7 Tipos de pessoas tóxicas que você deve tirar da sua vida

Publicado por Equipe em


Ao longo de nossas vidas, estabelecemos relações sociais em muitas áreas. Seja no seio da família, com colegas de escola ou colegas de trabalho, ou mesmo com aqueles com quem relacionamentos românticos que acabaram sem rancores, são muitas as pessoas que se cruzam em nossas vidas para compartilhar momentos, mas isso não significa que devem nos acompanhar para sempre. 

É muito difícil nos livrarmos dessas relações que nada contribuem para nossas vidas. Seja porque esse relacionamento se desgastou, ou pior ainda, porque se tornou tóxico, devemos parar de adicionar amigos compulsivamente no Facebook e começar a avaliar com quem realmente vale a pena passar o nosso tempo.

É por isso que recorremos aos especialistas para fazer uma lista daquelas pessoas de quem você deve aprender a se distanciar um pouco, ou mesmo a dizer adeus para sempre, sem se sentir culpado.

1) O parceiro vitimizador: 

Você não sabe mais se ele está com você porque te ama. Existem pessoas que, diante dos problemas, só sabem assumir o papel de vítimas. 

É sobre quem culpa terceiros por todos os seus conflitos, evitando toda responsabilidade pelas coisas ruins que acontecem com eles. 

O problema é que essa condição de vítima pode se traduzir em tristeza, frustração e apatia. É por isso que é importante aprender a parar a tempo. “Em primeiro lugar, devemos dizer a eles que estaremos lá para ajudá-los a tomar decisões e resolver problemas, mas não para ser o lenço em que afogam suas mágoas sem se envolverem”. 

Se não der certo, talvez a melhor opção seja ir embora, pois, como lembra o psicólogo, “você não está abandonando ele, está incentivando a agir”.

2) O cunhado atrevido: 

Todos já sofremos com aquele cunhado, ou parente em geral, que sempre nos chama para pedir um favor, chama para ajudar na mudança, ajudar com os filhos ou emprestar aquela ferramenta que você sabe que ele nunca mais vai devolver. 

São pessoas que sempre vão querer algo de você, mas que não sabem ou não querem manter relações de mão dupla em que dão pelo menos parte do que recebem. 

3) O amigo crítico: 

Toda vez que ele te encontra, ele fala mal de todas as pessoas que vocês conhecem e, às vezes, até liga para você apenas para contar sobre a última fofoca de alguém. Você acha que ele não fala mal de você quando fala com os outros?

Embora todos tenhamos tendência a fofocar em determinados momentos, devemos ter cuidado com aquelas pessoas que “vivem falando da vida dos outros, porque suas vidas não valem a pena”. 

O conselho para esse tipo de pessoa é claro. Não permita que essa pessoa faça julgamentos de outras pessoas que não estão presentes se você não quiser que eles façam o mesmo com você.

4) O colega com má ideia:

Aquele colega de trabalho que te olha torto quando você não faz o que estava nos planos dele, e você sabe que como vingança, em algum momento, ele vai decidir te prejudicar. 

É um tipo de pessoa de quem tem que se distanciar radicalmente. São pessoas que vivem em constante ataque de raiva, como se o mundo lhes devesse algo. Se você não manter distância deles, acabará sofrendo com o tempo.

5) O chefe manipulador:

Ele pode não ser seu chefe direto, mas é aquele intermediário entre você e o “patrão”, que tem a sorte de ser legal, gentil, próximo e que inspira confiança em você. Bem, tenha cuidado. Mesmo que você sinta que ele se interessa por você e te escuta, é importante saber que existe um perfil de pessoa que guarda todas as informações que você passa, caso precise usá-las contra você. 

Por isso, não se esqueça que ele ainda é chefe e aprenda a medir a confiança, pois “para conseguirem o que querem, passam a fingir sentimentos, trapacear e inverter muitas situações. Fazer você se sentir culpado. São carrascos habilidosos disfarçados de vítimas.

6) Amor platônico e narcisista:

Você está lá para tudo que ele precisa. Porém, toda vez que vocês estão juntos percebe que ele só fala de si mesmo, ele conta uma série de problemas ou alegrias sem te perguntar, nem uma vez, como você está. 

Esses tipos de pessoas tóxicas não costumam se preocupar com os outros, pois estão mais focadas em si mesmas e na satisfação de suas necessidades de cuidados. Assim, sem perceber, você se tornou um elemento fundamental na vida dele, pois alimenta a autoestima dele, mas ele não contribui para você, nem vai contribuir com nada para você. 

7) O colega pessimista:

São pessoas que só enxergam as dificuldades de tudo o que pode ser feito. Semeiam dúvidas e medos, criam inseguranças, desmotivam e podem convencer você de que o que você considerava muito possível há poucos minutos agora é claramente o contrário. 

É bom ter pessoas que nos façam ver os possíveis riscos de tomar uma determinada decisão, ou de realizar um projeto complicado, essas amizades vão mais longe. Eles acabam se desgastando porque transmitem negatividade.

O que você achou dessas dicas? Compartilhe em suas redes sociais!



0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *