Você está visualizando atualmente Leite, ketchup e macarrão, relembre os casos de produtos que foram retirados das prateleiras

Leite, ketchup e macarrão, relembre os casos de produtos que foram retirados das prateleiras

Ao longo dos anos, existiram diversos produtos que foram retirados das prateleiras de supermercados por estarem contaminados. Relembre alguns casos nesse post.

1. Macarrão instantâneo com larvas

Em julho de 2013, pelo menos 3 consumidoras relataram encontrar larvas no famoso macarrão instantâneo, Cup Noodles. 

Na época, o Procon determinou que a marca retirasse o lote do produto dos supermercados. A fabricante, Nissin-Ajinomoto Alimentos, acatou a ordem das autoridades e o produto foi retirado, desde então, nunca mais se ouviu falar de problemas relacionados à qualidade dos produtos da marca.

2. Suco com solução usada em produtos de limpeza

Ainda em 2013, a conhecida empresa Unilever teve um prejuízo de aproximadamente 200 milhões de reais com a marca Ades.

Naquele ano, ocorreu até mesmo a suspensão da fabricação da marca de todos os lotes da marca. Porém, em uma tentativa de superar a crise, chegou a Soy Force. Atualmente a Ades está novamente nas prateleiras dos supermercados e muita gente nem sabe ou nem lembra que essa história existiu.

3. Ketchup com pelo de rato

O ano de 2013 foi repleto de casos de produtos contaminados, a famosa marca Heinz, conhecida por sua qualidade, também foi pega pela Anvisa.

Foram encontrados pelos de ratos em pelo menos três lotes do ketchup, o produto alimentício que era produzido no México pela empresa Delimex e era importado pela Quero Alimentos. Ao que sabemos, hoje em dia o produto é produzido no Brasil.

4. Leite com formol

No ano de 2014, o Procon proibiu que três produtoras de leite continuassem a vender seus leites, entre as marcas estão a Elegê, Parmalat e Líder, marcas muito conhecidas em todo o país. 

O problema é que essa não foi a primeira vez que as empresas tiveram problemas com produtos contaminados. 

5. Leite com ureia

Outras marcas muito conhecidas em todo o Brasil são a Líder, Mumu e Italac, que também tiveram seus produtos recolhidos por adulteração. Elas continham ureia. A contaminação foi descoberta por uma investigação feita pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Deixe um comentário