Principais lições que todas as mães devem ensinar às suas filhas *sem falta*

Publicado por Equipe em


A sociedade evolui, os paradigmas mudam e isso impõe desafios às mães. Há uma série de aprendizados e lições que você deve ensinar a suas filhas sem falta

Certamente você não é a melhor mãe do mundo, mas é a melhor mãe que suas filhas poderiam ter. É claro que você comete erros e aprenderá com eles. Com o passar do tempo, você saberá se se saiu bem ao ver suas filhas emocionalmente fortes e independentes.

Portanto, certifique-se de ter semeado os melhores ensinamentos nelas. Pois bem, elas próprias terão força para colher os melhores frutos. Descubra neste artigo tudo o que você deve ensinar às suas filhas, sem falta.

O que você deve ensinar a elas?

Nem tudo é rosa, nem tem um final feliz como um filme da Disney. O essencial, porém, é aprender a viver intensamente. Passando cada dia com a certeza de ter uma nova oportunidade em suas mãos. Aproveite cada nascer do sol como se fosse o último.

Portanto, o que você deve ensinar a sua filha não é fugir de seus medos, mas lutar contra eles. Ajude-as desde pequenas a tomar suas próprias decisões e assumir a responsabilidade por cada ato.

Assuma as consequências e fique entusiasmada com a vida. Se apegando ao que ela oferece de bom e aceitando também o que é ruim.

Nunca, jamais se submeta e aguarde a aprovação de terceiros. Sua filha veio ao mundo para ser feliz, não para agradar os outros. Transfira a imensa satisfação de se aceitar como ela é. Se amar com virtudes e defeitos. Não idealize ou busque figuras ou ideais que são de pouca utilidade.

Você deve ensiná-las a serem verdadeiras consigo mesma e nunca se enganar, ser como é, sem a necessidade de fingir ou impor a personalidade de outras pessoas é outra lição necessária. Não se esqueça de que sua filha deve aprender a receber o crédito por suas realizações pessoais.

Dê a sua filha o valor de sua própria intuição. Sempre siga seus instintos e seja guiada por seu palpite de que isso não falha. Ela não precisa depender de absolutamente ninguém. Ela deve marcar seu próprio caminho e segui-lo.

Se ela confundir o caminho, tenha o dom de fazer outro caminho, mas sem abandonar a jornada.

O que você deve ensinar a cada dia de sua vida?

Definitivamente, você deve ensinar suas filhas a pedir ajuda quando precisarem. Também para ser grato com aquela mão estendida. 

Que aprenda a expressar necessidades e carências. Mas também para defender suas próprias convicções.

Explique como planejar o futuro, mantendo os pés fixos no presente. Aumente pacientemente sua tolerância às mudanças que acontecem continuamente na vida.

O que você também deve ensinar a suas meninas é correr riscos corajosamente. Que não se atrevam a perder nada por medo de perder tudo. Que sua filha não tome aquela mania injusta de absorver responsabilidades alheias, nem culpas absurdamente infundadas.

Deixe-a passar a vida com aquele sorriso lindo e único que Deus colocou em seu rosto. Até possibilita o riso delas no meio da rua, sem motivo aparente. Para gritar todas as verdades que você domina, para compartilhar sua felicidade com quem você quiser.

Muito a aprender sobre as relações humanas

O que você deve ensinar a sua filha é ter amor, sem limitações e sem preconceitos. Para se render à sua força imensa, desde que seja mútua. Que a menina aprenda a ter plena consciência de seus sentimentos, possa controlá-los e agir de acordo.

Um bom ensino é que às vezes há divergências, mas o encontro de almas gera luz. Que ela sempre fuja de pessoas tóxicas e aprenda com os fracassos. Desfrute da efemeridade de alguns relacionamentos e da perpetuidade do que é genuíno.

Ensine sua filha a ser sua melhor amiga. Sem amor próprio, não há nada. Sem inteligência emocional, muito menos. Conhecer e amar a si mesma, fazer o mesmo com seu ambiente. Ser capaz de definir limites, mesmo que custe. E empreender como desafio irá sustentá-la ao longo do tempo.

Mas acima de tudo, mãe, há algo que você deve ensinar às suas filhas. Desde muito jovens, eles têm que aprender a não idealizar ou idolatrar ninguém. Nem família nem amigos. Não seus pais. Que ele entende que somos todos seres cinzentos, cheios de nuances. 

E ela também.


Categorias: Família

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *